NPC 71 – Imparcialidade

Randal Bergamasco 10 de fevereiro de 2016 47
NPC 71 – Imparcialidade
Reproduzir

Em nossa vida, qualquer evento tem três versões: a minha, a sua e a verdadeira. E o que define em qual dessas linhas você vai seguir são suas convicções e seu repertório pessoal, além das pessoas que você costuma ouvir, ler assistir. Pois em nossa primeira edição de 2016, Randal Bergamasco (@randalberga) recebe nosso já recorrente e digníssimo Oleno Petrere (@ndox138), além das ilustríssimas presenças de Francisco Seixas (@temacast) e Vitor “Snaga” (@OrcSnaga) para falarem sobre IMPARCIALIDADE. É possível um mundo completamente imparcial? No programa de hoje, saiba que não há nada de errado ter uma opinião sobre algo e defendê-la; saiba o quão neutro são os grandes veículos de imprensa ou até qualquer pequeno blog ou podcast; e você costuma bloquear pessoas ou filtrar conteúdo em suas redes sociais? Tudo isso e muito mais no programa de hoje, que promete abrir com chave de ouro esse ano. Pois ponha seu headphone e prepare-se para o mimimi… ou não.

:-: NÃO QUER OUVIR A LEITURA DE E-MAILS? :-:
Não há “Correio da Roça” nesse episódio.

:-: SITE DOS CONVIDADOS: :-:
– Temacast – Podcast onde Francisco Seixas é host
– Covil do Orc – Blog onde Vitor Snaga escreve
– Mundo Podcast – Portal onde estão hospedados episódios com a participação de Vitor Snaga

:-: COMENTADO NESTE EPISÓDIO: :-:
– Denúncia sobre a verdade da transposição do São Francisco (YouTube)
– Polícia prende jovens de classe média com 300 kg de maconha no Rio (G1)
– ‘Jornal Nacional’ faz mea-culpa sobre edição de debate Lula-Collor (Folha)
– Domingo Espetacular: tatuagens coloridas podem causar câncer de pele (YouTube)
– Comercial Hitler – Folha de São Paulo (YouTube)
– Filho de Brasileiros é um dos mais de 1,5 mil candidatos à Presidência dos EUA (BBC)
– Foto de médica cubana de Campo Mourão ‘usando’ estetoscópio causa polêmica nas redes sociais (MoreiraNet)
– Ex-presidente Lula lendo livro de cabeça pra baixo! (E-Farsas)
– O presidente dos Estados Unidos segurando um livro de cabeça para baixo! (E-Farsas)
– Imparcialidade (Canal do Otário)
– Macri corta subsídios e conta de luz deve disparar na Argentina (G1)

:-: PRÓXIMO NA PORTEIRA CAST: :-:
Previsão da publicação do próximo episódio: 29 de fevereiro de 2016.

  • Inoue

    Oba,depois de uma maratona um episódio novo.
    Vida longa e próspera.

    • Randal Bergamasco

      Pois chega de férias, né?

      • Inoue

        Tranquilo,todos precisam de férias,além disso tinha 70 episódios para ouvir.(ouvi todos)

  • Talita Yung

    Eu acharia sensacional um episódio com o Oleno e Pedro Portuga!!!

    • Randal Bergamasco

      Anotadíssimo! Seria deveras interessante!

  • Gharcia

    ArrrÔôpa , Na Porteira Cast! Que notícia boa na quarta-feira de cinzas. Um novo podcast e SEM LEITURA DE E-MAILS! Bão demais!

    Eu que sou idiota, vim aqui dar minha opinião (A-ha-ha!).

    Sobre o episódio: em 2016, estando na Av. Paulista, percebi que, as pessoas fazem uma linha, lado a lado. Quando semáforo fica verde pra, a cena de “batalha campal” se reproduz quase todas as vezes. Em 2016, as pessoas ainda não sabem utilizar o semáforo, ficando apenas na metade da faixa de pedestres.

    É esperar demais dessas pessoas que elas percebam manipulação. Não existe questionamento.

    Eu questiono uma foto tirada no hospital no momento em que, particularmente, eu tenho minhas consultas a portas fechadas. E até onde sei não tem uma multidão de fotógrafos de Pronto Socorro. Até imagino que não seja permitido.

    Não acho que tenha tempo pra dar ouvido a elas. Tem muito filme, livro, jogos e podcasts pra consumir. Então sai do Facebook e Twitter, e foco em conteúdos melhores como Na Porteira Cast.

    Abraços e Sucesso

    • Randal Bergamasco

      Um dos que preferem sem leitura de e-mails.
      Fizemos uma enquete em nosso grupo do Facebook e para a minha surpresa, a maioria absoluta ouve o Correio da Roça. Se nós tirarmos, certamente muita gente não vai gostar.
      Mas eu entendo, cada ouvinte tem sua preferência.

      • Gharcia

        Sim. Eu entendo que a maioria das pessoas prefiram. Não peço pra nenhum podcast tirar. Da mesma forma que não peço pra colocar no final. Mas fico feliz quando automágicamente não tem.
        Mas não afeta a qualidade do podcast.

  • Diego Camilo

    Esse cast foi com o dream team dos podcast! só faltou o sacutti! tema muito atual! parabéns!

    • Randal Bergamasco

      Olha, reconheço que foi fácil gravar com os três, pois o papo fluiu legal.

  • Foi com grande satisfação que finalmente participei do podcast que junto com o Telhacast me inspiraram a por as mãos na massa e criar o Temacast…
    Obrigado pelo convite e afora isso o episódio ficou sensacional… e eu estou sendo parcial ahahahahaha!
    Ficou uma mágoa… o Sacuti não quis gravar comigo (@tretaloka)

    • Bom demais esse crossover de dois dos meus podcasts favoritos. Abraço, Francisco!

    • Randal Bergamasco

      Valeu mesmo, Seixas!

  • O episódio foi muito bom, só faltou o Sacutti, a leitura de emails também.
    O @randalbergamasco:disqus gosta de colocar o Etiane em debates, em outros episódios fala dos debates entre Etiane e Oleno, já neste “invocou” o Etiane e o Luciano Pires.

    • Randal Bergamasco

      O Etiane iria participar, mas ele estava viajando. E como deixamos bem claro, gostamos do Luciano assim como gostamos do Márcio, apesar de posicionamentos completamente antagônicos.

  • Juliano Emmerick

    Olá Randal,
    Ótimo episódio e posso dizer que ele ficou um pouco polêmico também.
    Bom, acho que primeiramente a melhor forma de combater as notícias incompletas, falsas, tendenciosas e afins é conhecermos nossa língua mãe, pois esse conhecimento é imprescindível para compreendermos um texto e suas verdadeiras intenções.

    Também acredito que o melhor é aprendermos a procurar por fontes distintas de informações sobre um determinado assunto.
    Portanto, antes de mais nada devemos ter um bom senso crítico.
    Abraços.

    • Randal Bergamasco

      Particularmente, eu achei ele mais reflexivo di que polêmico, Juliano. E sem dívidas, o domínio da língua e a pluralidade de fontes ajuda muito a nos posicionarmos diante de qualquer assunto.

      • Juliano Emmerick

        Sim, concordo. Eu quis dizer que ficou um pouco polêmico, pois foi citada uma certa emissora de TV que por diversas vezes já mostrou que não é imparcial e citá-la sempre desperta certa revolta por parte de alguns religiosos, principalmente quando é apresentada uma posição contrária a mesma.

  • Inoue

    Pelo que noto,as pessoas consomem conteúdo da internet do mesmo jeito que consumiam TV,rádios e jornais,simplesmente assimilam sem questionar,não aprenderam a verificar ou pesquisar e quando pesquisam leem só o que está de acordo com o ponto de vista delas.Tem também o fato de as redes sociais criarem uma zona de conforto,como foi dito.
    Vida longa e próspera.

  • Excelente episódio !!!

    • Randal Bergamasco

      Pena que você estava viajando. Mas haverão muitas outras oportunidades.

      • Como disse o Oleno, à cada 30 eu queria falar alguma coisa e não podia rsrsrs

        • Oleno Petrere Ndox

          Mas eu me comportei vai rs

          • É que vc disse que tinha ouvido um outro episódio que ficava cm vontade de falar à cada 30 segundos. Foi o que aconteceu comigo, até pq o Randal me chamou pra gravar mas eu estava viajando.

  • Ótimo episódio pessoal. Que pena que nem todas as pessoas vão escutar essa conversa de vocês, pois muitas pessoas se deixam levar pela parcialidade das mídias.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

    • Randal Bergamasco

      Tem as que se levam sem saber, mas também há aqueles que sabem e se deixam levar pelo lado que acreditam.

  • Show de bola este episódio. Já tava sentindo falta do NPC. Randal, quando você falou sobre a Argentina me veio à cabeça uma questão parecida, sobre um argentino: o Ernesto “Che” Guevara. Já li alguns livros sobre ele e enquanto alguns chegavam ao ponto de compará-lo a Jesus, outros o taxam de sanguinário. Na faculdade de História, onde a ideologia esquerdista impera, ele é um herói. Para os de pensamento mais liberal ele não passou de um assassino. E agora? Quem foi esse cabra? Anos e anos se passaram e não faço a menor ideia de qual dos dois estereótipos é verdadeiro. Somente quem o conheceu (como Fidel e Raúl) pessoalmente saberia responder a essa. Também sou do tipo que considera a palavra “imparcialidade” utópica. Não somos máquinas, em mesmo se fôssemos, estaríamos à mercê da ideologia do programador. Grande abraço a todos. Foi muito bom ouvi-los juntos.

    • Randal Bergamasco

      Nosso longínquo episódio 13 fala exatamente sobre Che. Recomendo fortemente.

  • Carlos Nani

    Ótimo tema, ótimos participantes. O primeiro NPC de 2016 entrou chutando a porta da frente. Imparcialidade é uma palavra que, por motivos pessoais, me faz sentir uma certa raiva rs. Eu particularmente acredito que a imparcialidade é um característica utópica, pois por mais que se tente chegar até ela, não será possível alcançá-la de forma plena e perfeita. Porém ela é algo que temos que almejar, desejar e lutar para tentar, mesmo que não seja de forma perfeita, alcançar.

    Um grande abraço para os participantes desse episódio.

    • Randal Bergamasco

      Acredito que é algo que, de verdade, todos nós almejamos, mas é impossível de conseguirmos, Nani. Qualquer discurso sempre carrega valores de quem fala ou escreve.

      • Carlos Nani

        Concordo Randal. Valores esses que são construído pela experiência de vida, somente alguém que não tem essa experiência, poderia talvez, ter um discurso realmente imparcial. Mas qual seria o valor desse discurso, ou mesmo, existiria algum discurso sem experiência de vida? Então, caímos novamente em caminhos utópicos. 🙂

  • Henrique Tavares

    Ótimo programa, muito bem ponderado e discutido. Só gostaria de falar sobre a inserção de áudio do Canal do Otário.

    Me incomodou ele falar “é inconcebível alguém cobrar de outra pessoa que seja imparcial”. Tudo bem que não dá pra uma pessoa ser completamente imparcial, mas nem por isso a pessoa não deve tentar ser. Mais especificamente me incomoda justamente uma pessoa não buscar melhorar usando a desculpa de que não dá pra ser perfeito.

    • Randal Bergamasco

      Olha, Henrique, eu também acho impossível cobrar imparcialidade de alguém. Até ao dar minha opinião sobre uma roupa que minha mulher vai usar, meus valores e convicções pessoais vão se sobressair. Acredito que podemos cobrar sim o uso indevido da palavra imparcialidade.

  • Daniel Mendonça

    Mais um ótimo programa.

    Um livro interessante, cujo autor vocês acabaram citando no programa, é o “Número Zero” do Umberto Eco.

    Ele mostra os bastidores de um jornal e como são feitas as manipulações para influenciar os leitores e atingir os interesses do dono. O livro tem um estilo “curso de jornalismo para picaretas”. Bem interessante.

    Abraços

    • Randal Bergamasco

      … e por uma enorme coincidência, ontem faleceu Umberto Eco.

      • Daniel Mendonça

        Como ?!?!

  • Cláudio Toma

    Mudei minha opinião sobre o assunto. Ou sei lá, finalmente descobri algo sobre isso. Sempre tratei “imparcialidade” como algo ideal, sagrado. Claro que minha vida não foi baseada nisso, mas sempre considerei como uma virtude a ser seguida.
    Depois de ouvir o programa, me senti como se tivesse adorado um Santo que nunca existiu!
    Parabéns!!! Vocês enriquecem nossas mentes!!!

    • Randal Bergamasco

      Acredite: a parcialidade é mais sagrada do que a imparcialidade. É nosso direito de expressar o que pensamos.

  • Homero Luz

    Acabei de escutar aqui, não sei pq mas achava queia sair dia 20/02.
    Agora chega de enrolar, acho sempre que qualquer conceito é utopico e imparcialidade para mim também é.
    Só acho problematico midias em geral serem desonestas, por exemplo para bater em todo mundo, carta capital e veja, se dissessem claramente de que lado estão eu nao veria problema, como é o caso da dox news.

    Sobre os jornais de interior lembro minha cidade natal Pelotas que não é tao pequena, tem mais de 300000 habitantes, mas tem so dois jornais impressos diarios, e um muito mais forte que outro, esse mais forte é de uma familia de uma dinastia de prefeitos de Pelotas.

    • Randal Bergamasco

      No final das contas, Homero, os jornais do interior são mais honestos, pois deixam bem claro seu posicionamento. E como dissemos no podcast, o posicionamento velado das grandes mídias é um grande problema, pois muitas vezes vendem um posicionamento como verdade.

  • Pingback: Politicast #38 /Indica/ | Podflix()

  • OLucasConrado

    Programa sensacional, pra variar só um pouco. Sobre a imparcialidade no jornalismo, não tenho o que acrescentar. Vocês falaram tudo aí. E um dos motivos que me fizeram querer sair do jornalismo foi justamente esse. Nenhum veículo é imparcial e eu não concordo com o ponto de vista de nenhum dos grandes jornais hoje. Por esse e outros motivos, tô aqui procurando emprego na aviação.

    Sobre a polarização das redes sociais. Eu também tento ouvir os dois lados. Mas vou ser sincero, estou cada vez de saco mais cheio da discussão política no país. Tanto que, se olhar meu Facebook, tem um bom tempo que falo ou esporadicamente, ou nem falo mais disso. Cansei. Virou futebol. Virou briguinha de criança.

    É muita desinformação. Muita desonestidade. É muita fonte totalmente questionável. Eu tenho alguns professores da universidade onde estudei no Facebook e eles compartilham cada notícia aleatória, claramente mentirosa. Professor. De Universidade Federal. Com todas as pós-graduações que vocês podem imaginar.

    Eu estou voluntariamente escolhendo me afastar dessa droga. Até porque minha opinião não vale nada, não vou mudar nada nesse país e to sem saco pra gente me enchendo o saco por achar isso ou aquilo.

    Enfim, ótimo programa como sempre!

    Abraços!

    • Randal Bergamasco

      Pois é, Lucas, realmente a proliferação de notícias falsas está um saco. Não adianta, todos os problema a que o país está enfrentando, aliado ao desenvolvimento tecnológico é inclusão digital dá nisso.

  • Pingback: Debutando no Na Porteira Cast | Covil do Orc()