NPC 68 – Reflexões sobre a podosfera 2

Randal Bergamasco 30 de outubro de 2015 57
NPC 68 – Reflexões sobre a podosfera 2
Reproduzir

Parabéns para nós, quatro anos no ar! E em nosso programa 68, nossa edição especial de aniversário, revisitaremos um tema que já esteve em pauta em janeiro de 2013. Randal Bergamasco (@randalberga) e Alexandre Sacutti (@IzavanSacutti) recebem Armando Galleni (@ArmandoGalleni), Igor Gudima (@igudima) e Thiago Miro (@ThiagoMiro) para novamente tecermos várias REFLEXÕES SOBRE A PODOSFERA (parte 2). No programa de hoje, conheça melhor as atuais estatísticas das podosferas brasileira e americana e compare-as; opine sobre programas financiados por patrocinadores e ouvintes e escolha qual a melhor forma de monetizar; quando as “tretas” e haterismo são realmente necessários? Se nós perguntássemos a você quais os seus três podcasts favoritos, quais entrariam em sua lista? Então ajeite-se numa cadeira, pegue seu pedaço de bolo e convidamos você a sentar conosco nessa roda para discutirmos disso e muito mais sobre a atual podosfera nacional.

:-: NÃO QUER OUVIR A LEITURA DE E-MAILS? :-:
Caso não queira ouvir o “Correio da Roça”, pule para 16:39 minutos.

:-: SITE DOS CONVIDADOS: :-:
– Nossocast – Podcast do Armando Galleni
– Os Comentadores – Podcast onde o Igor Gudima não é podcaster
– Mundo Podcast – Portal do Thiago Miro onde estão hospedados o Telhacast (in memoriam) e Os Comentadores

:-: COMENTADO NESTE EPISÓDIO: :-:
– Youtuner
– Teiacast
NPC 19 – Reflexões sobre a Podosfera (Podcast que foi ao ar em Janeiro de 2013)
Pesquisa da Edison Reseach sobre podcast nos EUA (Em Inglês)
– Resultado da PodPesquisa 2009
– Resultado da PodPesquisa 2014
– Conheça o primeiro filme protagonizado por um podcaster  – Cinem(Ação)
– Canal do Christian Figueiredo (YouTube)
– Todd Cochrane, CEO do Blubrry – Entrevista (Mundo Podcast)
– NaTrilha Podcast
– LEXCast #30 – De Repente 30
– 2015 está sendo o ano do podcast, finalmente (Mundo Podcast)
– Podcast Xadrez Verbal
– Podcast Otimize Suas Viagens
– Positrônico Podcast
– Podcast NBW
– Projeto Humanos
– Braincast
– Pelada na Net
– Canal42
– MDM (Melhores do Mundo)
– Cocatech
– Escriba Café
– Papo do Fino (Podcast do Blog O Fino da Bola.net)

:-: PRÓXIMO NA PORTEIRA CAST: :-:
Previsão da publicação do próximo episódio: 20 de Novembro de 2015.

  • Diego Camilo

    ouvindo o melhor podcast do Brasil!

    • Randal Bergamasco

      Espero que goste, Diego.

  • Marcos Motense

    1 – Seguindo essas diversas vezes que ouvi o conselho, fale sobre o que você gosta, tive vontade de fazer o meu, apesar de ser um publico reduzido, mas vou fazer ehhehe e sim é viciante e muito divertido… O meu fala sobre o Moto Club de São Luis do Maranhão (time de futebol)
    2 – Adoro as participações do Pedro Portuga
    3 – na porteira, comentadores e NossoCast, todos excelentes programas.

    • Randal Bergamasco

      Pois manda bala, Marcos. Quanto mais surgem podcasts de assuntos diversos, mais a mídia cresce.

    • Armando Galleni

      Olá Marcos! Eu já assisti um jogo do Moto Clube, pq minha mãe mora em São Luiz!
      E valeu por gostar do NossoCast 😉

      Você mora em São Luiz?

      • Marcos Motense

        cara moro sim….hehehe tu não sabe o quanto fiquei feliz em saber que conhece o Moto heheh….

      • Marcos Motense

        só não faço o padrin pra ajudar vocês pq eu já fiz kkkkkk

        • Armando Galleni

          ABSURDOOOOO

  • Daniel Mendonça

    Foi um programa muito bom!

    Sobre o assunto ‘temas muito explorados na podosfera’ segundo o Leo Lopes ‘nenhum tema está esgotado’. Será uma opinião sincera?

    Abraços

    • Eu acredito que foi. Temos que partir do ponto de que a maioria esmagadora de quem ouve podcast ouve uns 5 no máximo. Por isso nada fica esgotado.

      • Bruno Loula

        eu ouvia uns 10, mas esse número caiu para 6.

    • Randal Bergamasco

      Quanto a afirmação do Léo, Daniel, acredito sim em sinceridade e até concordo com ele. É só você ouvir dois, três podcasts que podemos constatar isso, pois há informações e visões diferentes. Porém, muitos podcasts com a mesma temática limitam a audiência sempre nos mesmos assuntos – digo sim sobre temas nerds – pois há muita gente nesse país que não assiste filmes, joga videogames ou lêem quadrinhos.
      A pluralidade de temas gera interesse de vários tipos de audiência e acho isso necessário. Um ouvinte comentou aqui que ele faz um podcast sobre um time do Maranhão, eu acho isso louvável. Assim, podemos abranger mais pessoas com os mais variados temas.

  • Nogueira

    Muito bom o papo. O podcast mudou muito a minha vida pois é meu companheiro diário em várias atividades, ótimo programa, mas eu tenho certeza que o podcast será sempre um segmento de nicho. Parabéns Naporteira, o podcast da família brasileira!

    • Randal Bergamasco

      …e parabéns ao Papo do Fino, um dos melhores podcasts do Brasil e que não canso de recomendar!

  • Gharcia

    33 anos, são Paulo capital, Administrador, 7 anos de ouvindo podcasts. Comecei no monalisa de pijamas. Sobre este cast: pesquisa feita com ouvinte vai dar masculino. É gente de tecnologia e este povo é masculino. Eu vivo num meio feminino. Difícil divulgar os podcasts clube do bolinha pra elas. O NPC apresentei pra 23 pessoas. Q me deram os parabéns por ser lido. Vai entender.
    A mídia não vai crescer com Ferramenta. Vai crescer com qualidade. E ela não é técnica. São pessoas menos babacas q poderemos seguir.

    • Randal Bergamasco

      Acho complexo falarmos sobre crescimento, Gharcia, assim como debatemos brevemente no podcast. E sou otimista, acredito que o número de mulheres vai crescer sim. E por que não programas especializados em assuntos mais femininos? Aguardemos.

      • Damione Damito

        Esse ano ajudei a subir o numero de novos podcasters com o “Papo de Professor – PPP” que comecei a gravar direto da Finlândia.
        Sobre a qtde de mulheres, noto que nós do PPP estamos na contramão dessa podosfera cheirando a “Rexona Man”, temos uma qtde bastante igual de feedbacks tanto de homens qto de mulheres, inclusive nas gravações sempre temos qtde igual de mulheres e homens e, acreditem, não é forçado.
        Creio que em parte isso é devido ao fato da área de educação ter uma presença muito forte das mulheres.

  • Sobre comentar e esperar algum “retorno” do Podcaster, eu hoje comento apenas em Podcasts que tenham poucos comentários. Penso que comentar em um site que tem 2000 comentários é perda de tempo pois meu comentário será apenas mais um.
    Também só comente se o que eu tiver pra dizer for realmente acrescentar algo ao conteúdo do episódio.

    • Gharcia

      Ah Poxa vida seu Etiane Lex… deixa eu comentar com first que é sucesso. Ah sim: dica: pode ter 2000 comentarios. Mas faz um comentário contra que qlq podcaster responde. É batata. Na vdd, tem podcaster que responde no proprio episodio se for contrariado. Oooopa se responde. Ahaha. Abs e muito grato por informar sobre a Semana Conciliar. Eu nao tenho mas varias pessoas tem causas pendentes.

    • Randal Bergamasco

      Também sou daqueles que, se não for acrescentar nada, não comento no podcast que ouvir, mesmo se gostei. Confesso se isso não é um erro, pois um simples “parabéns” ou “adorei o programa” também é válido (falo como podcaster).
      E eu não comento em podcasts ditos como “grandes” há muitos anos, desde que eu não era podcaster.

  • Fabio Massamitsu Murakami

    Será q sou um ponto fora da curva!?
    Além de morar no Japão, escuto mais de 10hrs por dia e tenho uma lista de 150 podcasts assinados, dentro deles até aqueles q já não existem mais. Serei eu um louco.
    Fora q assino podcasts japonês no tema específico de áudio drama. Os demais são muito crus e não tem um conteúdo interessante.

    • Randal Bergamasco

      Fique tranquilo, você não é louco, Fabio. É apenas um grande entusiasta dessa mídia. Só ajo assim por falta de tempo mesmo.

    • Inoue

      Saudações.
      Pior que no yakin escutar 10/12 hs de podcast é normal,não tem chefe.hehehe
      Acho que já tive mais de 100 assinados,mas não todos ao mesmo tempo,hoje tenho uns 15 que escuto direto,poderia me indicar algum podcast em japonês que seja de fácil intendimento,falo muito pouco e estou tentando melhorar.
      Vida longa e prospera.

      • Fabio Massamitsu Murakami

        Me adiciona no Facebook!!!
        Há!!! Sim não trabalho de yakin, o meu é na cara de pau mesmo. Haha.

        • Inoue

          Pior que não uso Facebook.

          • Fabio Massamitsu Murakami

            Tem outro tipo de comunicação!?
            Senão vamos ficar aqui alugando o espaço daqui.

            • Inoue

              Cara,não uso nenhuma rede social(péssimas experiencias).
              Acho que vamos alugar o espaço daqui mesmo.
              Se passarmos do limite o Randal avisa.Hehehehe

              • Fabio Massamitsu Murakami

                Blz então!!!
                Eu só escuto storytelling do Japão.
                Procura kikudora ou audiodrama, em nihongo.
                Tem preferência por tema,?

                Em 07/11/2015 11:20 AM, “Disqus” escreveu:

                • Inoue

                  Não tenho nenhuma preferencia,só que seja pausado,quando falam rápido não entendo nada.(como se quando falassem de vagar eu entendesse tudo)hehehe
                  Já adicionei kikudora,mas só vou escutar de noite,yakin hoje.
                  Valeu,muito obrigado.

  • Fala pessoal! Muito interessante o episódio.

    Tenho visto mudanças na podosfera. Como ouvinte assíduo, conheci novos podcasts com o tempo e passei a perceber como os “podcasts maiores” são sempre a mesma coisa, passando a “enjoar” com o tempo. O que antes eu considerava como os melhores podcast, hoje considero como podcasts medianos.

    Sobre a questão do patreon, tem podcast que chega a ser chato. Usam grande parte do episódio pedindo ajuda no patreon e ainda tem anunciantes, ocupando outra parte. Mas tem casos que chega a ser irônico, como aqueles que falam que precisam de ajuda para o podcast não acabar, mas antes do Patreon falavam que os comentários eram o salário do podcaster ¬¬

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

    • Randal Bergamasco

      Bem, quanto ao Patreon, vai de cada produtor de conteúdo.
      E, com certeza, dezenas ou centenas de podcasts com assuntos diferenciados estão surgindo. Como eu já disse, isso corrobora para o crescimento da mídia, que não fica restrita apenas ao público nerd.

  • Pedro Braga

    Não sei se fiz algo errado mas não estou conseguindo baixar o cast pelo feed. Está aparecendo, arquivo não encontrado. Casts antigos eu baixo sem problemas.

    • Randal Bergamasco

      Realmente, o feed apresentou problemas. Peço que desassine, feche o aplicativo e assine novamente.

  • Programa muito interessante.
    Complementar ao Os Comentadores – O Ano do Podcast, SQN… aliás, muitas das opiniões que verifiquei aqui, são muito parecidas com as que demos no OC.

    Penso que a podosfera passa por uma grande mudança. Vários paradigmas estão sendo, finalmente, quebrados. Vejo que se aproxima uma mudança de postura e atitudes profissionais.

    Mas não diria que ESTE é o ano.

    Diria que 2015 é o ano do PODCASTER. Os frutos deste momento ainda demorarão para serem colhidos… se é que serão.

    Gostei muito do programa, à exceção da participação do Armando, do DelesCast, que, como sempre, não tinha nada a acrescentar.

    Lamentável, como era de se esperar. KKKKKKKK

    ps.: aviso aos divulgadores de treta: para quem não sabe, sou amigo (ou ex-amigo) do Armando. E, obviamente me dou o direito de fazer estas brincadeiras com ele.

    😘

    aLx

    Os Comentadores

    • Armando Galleni

      Eu me dou a liberdade de sair com vc até, mas o resto é tudo TRETAAAAA

      • Gharcia

        Só de olho nessa panelinha

        • E olha que nem consegui comentar ainda. Rs… O @armandogalleni:disqus tem esta pose de forte, mas é um fofinho. Rs…

      • E aí? Almoçamos esta semana???

        • Armando Galleni

          to com minha mãe aqui vinda do Maranhão, pode ser semana que vem?

    • Randal Bergamasco

      Não tenho certeza que realmente chegará o “Ano do Podcast”. O que esperaríamos dele? A resposta mais óbvia seria a “explosão” da mídia. Em relação a isso, não acredito que isso vá acontecer.
      De fato, esse NPC quase complementou o episódio #40 dos Comentadores.

    • Diogo Góes Zanetti

      concordo contigo sobre um podcast complementar o outro, porém este está um pouco mais positivo 🙂 vc anda muito ranzinza Alx! 😛

      • Tive esta impressão em relação a todos os episódios especiais do dia podcast que ouvi.

        Acho que, na verdade, os Podcasters estão otimistas e eu, ouvinte que sou, estou pessimista.

  • Renan Cirilo

    Achei muito bacana a conversa desse ano. Pensei que fossem abordar um pouco mais das dificuldades de se ter um podcast: patrocinio, haters, cansaço e “esgotamento” de temas. Mas foi sim um ótimo episódio. Dessa vez estava inteirado de tudo que foi falado e a penso que a partir de agora eu seja de fato um bom ouvinte de podcast. Ainda que não escute tantos como muitos por aí, se alguém me disser algo relacionado a atualidade da mídia eu terei argumentos para conversar.
    Parabéns Randal e convidados.

    • Randal Bergamasco

      A temática é muito, muito ampla, Renan. Tivemos que elencar alguns tópicos e debatemos sobre. Daria pra fazer um Reflexões da Podosfera Parte 2 da Parte 2!

  • Edu Zanardi

    Parabéns Na Porteira Cast pelos 4 anos. Certamente está no meu top 3 podcasts!

    E valeu pela menção ao Papo do Fino, uma honra estar entre os seus favoritos. Por isso não vamos parar!

    Abs.

    • Randal Bergamasco

      O agradecimento é nosso e que o Papo do Fino continue a nos trazer o excelente conteúdo que sempre apresentou.

  • Inoue

    Quanta diferença dos primeiros para agora.Parabéns.
    Vamos lá:

    Acho que o motivo do Google não entrar nessa é pelo fato do nome “Podcast” estar ligado com a Apple,justamente pelo fato do Iphone ter um aplicativo nativo dedicado,ter uma aba do iTune dedicada e ter sido criado originalmente para o ipod.
    O fato do podcast não ter divulgação no Brasil,acho que é por não tratar das coisas populares,só de uns 2 anos para cá que começou podcasts sobre futebol,ainda falta alguns sobre novelas,religião já tem alguns.(coisas que não me agradam,mas ajuda a popularizar).

    Sobre as formas de monetização,acho que o patreon/padrim foi a melhor coisa que aconteceu para vocês,pelo fato dos ouvintes poderem contribuir,acho uma troca justa,e sobre as metas,são como se tivessem criado um podcast 2.0,igual aqueles aplicativos que tem um gratuito cheio de propagandas e restrições e o pago é totalmente objetivo,quem quiser paga,quem não quer não paga,simples.

    Sobre os comentários,acho que todos que comentam esperam que alguém do site leia,se os podcasters não podem responder que pelo menos nomeiem alguém próximo a eles(quem tenha uma interação mais direta com os produtores de conteúdo,tipo um colaborador) para que esses respondam,mas que não fique no vácuo,afinal,pedem para que deixem as opiniões nos comentários.

    Diversificação é a chave,podcasts voltados para assuntos específicos,mas com pessoas que intendam e gostem do assunto,não adianta gostar de algo e não conhecer sobre o assunto.

    Do meu ponto de vista o podcast seve para acumular conhecimento e rever conceitos.

    Essas são as minhas opiniões,fui escrevendo conforme reouvia o cast.

    Vou deixar três podcasts também:

    Dragões de Garagem-sobre ciências.

    Grande Coisa-sobre variedades e o que der vontade.

    Mundo Freak-sobre o sobrenatural/alienígenas/conspirações e mistérios.

    Espero não ter passado do limite.

    Vida longa e prospera.

    • Randal Bergamasco

      Não há limites aqui não, Inoue, comente a vontade! Bem, depois do lançamento desse podcast, o Google anunciou que o Google Play Music também terá podcasts. Ainda é cedo pra falar, mas acredito que ajudará a dar um empurrãozinho pra mídia. Vamos aguardar e ver.

  • Olá! Adorei esse último podcast. Vários pontos interessantes. Eu ouvi semana passada, logo antes de cair um raio aqui em casa, eu tomar um choque no dedo ao tentar salva minha tv (salvei!!!) momento esse que sairam faíscas do meu dedo. Então, antes disso eu tinha até uma lista de coisas a serem comentadas. Mas vou comentar agora o que lembro.
    1- vcs e eu estamos na porteira. Aqui onde eu moro, digo que o lugar onde Judas começou a fazer calos nos pés, depois de perder as botas e as meias. Já fui a lugares onde o Judas já chegou de joelhos, pq não conseguia mais andar…
    2- Sim, nós mulheres estamos por aqui. Inclusive queria dizer que o Na Porteira foi-me indicado pela minha amiga Bethania, que recebeu a indicação de outra amiga. Então, sim, nós estamos aqui, escutando e gostando.

    Um abração para vcs todos.

  • Adorei participar e foi incrível! Obrigado pelo convite pessoal!

    O mais legal foi me contendo em alguns pontos, como o ano do podcast do Thiago Miro. Rs… Novamente, obrigado!

    Abraço!

  • Pedro Braga

    Parabéns pelo excelente cast. As participações foram de altíssima qualidade.

    Eu faço minha parte na divulgação. Minha esposa agora é a maior viciada em vocês e no Temacast, meu irmão assina mais de 30 podcasts, e agora estou recrutando minha mãe. Existem vários temas que ela vai adorar! Continuem com a divulgação de conteúdo de qualidade. A gente chega lá!!!

  • OLucasConrado

    Hola, pessoal. Passei pra fazer dois comentários.

    1) Sobre o comentário da menina do deputado que mandou SMS pedindo voto. Eu deixei de votar nele por causa disso. É um deputado daqui do Rio de Janeiro, conhecido pelo futebol e pela luta de direitos dos portadores de síndrome de down. O pior é que o cara tem projetos bacanas e é um dos poucos políticos em quem ainda confio. Estava pra votar ou nele ou no outro cara, em quem acabei votando. Os SMSs me fizeram decidir pelo outro cara. Tuitei pra esse deputado questionando sobre os SMSs e ele me respondeu que quem tava mandando era alguém sem autorização dele. Pelo sim, pelo não, votei no outro. Mesmo gostando dele.

    2) Direito de resposta sobre o que o Thiago Miro falou do meu tweet do Jovem Nerd. Sim, eu sei que o Jovem Nerd e o Azaghal são mega atarefados. Mas eu acho que a relação que eles têm com os ouvintes é a mesma que um canal da midia tradicional (jornais, revistas, TV e rádio) tem com o público.

    Vamos lá, teoria de comunicação. A comunicação tradicional é vertical. Um emissor pra milhares de receptores. A Internet é horizontal. Todo o mundo é emissor e receptor. Os podcasts ficam no meio do caminho. É sim um emissor e muitos receptores. Mas a distância entre ambos é muito menor e a interação é (ou deveria ser) muito maior.

    A interação é tão maior que o Thiago comentou no programa o meu tweet. Eu era ouvinte do Telhacast, mas de ouvir, acabei me aproximando do Miro, com emails respondidos no programa e até participação minha. Nos falamos, trocamos ideia etc. Já com o Jovem Nerd, o negócio não é assim. É mais parecido com a mídia tradicional. Em muitos aspectos.

    Patrocinador define pauta (alô jornal incobrindo merda que governo e empresa faz!). Você fala com eles nas redes sociais e fica no vácuo. Você tenta marcar entrevista com eles (eu tentei, quando ainda era jornalista), não rolou. É chato, véi. “Ah, mas eles têm um milhão de coisas pra fazer. Cara, vira e mexe, o pessoal do Rapaduracast te responde. O pessoal do UltraGeek sempre responde no Twitter. O babaca do Izzy Nobre responde quando lhe convém. Por que o JN e o Azaghal não respondem?

    E tem um galerão do cast que fala de boa. André Souza e Átila cansaram de me dar entrevistas. Tucano tá quase sempre interagindo online. Nick Ellis (que também trabalhava como jornalista, tinha que cuidar do filho etc), sempre respondeu de boa. Três Dê também. Até o Senhor K, que faz um personagem meio antissocial no cast, interage mais que JN e Azaghal. E nem vou falar de artistas e políticos, com um alcance muito maior, que respondem quando a gente entra em contato (vide o Chico Pinheiro, que acorda 4h da manhã, mas tá agora, meia noite, conversando com o pessoal no Twitter). Eu não tenho saco pra isso não. Nem me dou ao trabalho de comentar.

    O Jovem Nerd veio fazer uma pesquisa online, pedindo sugestão de pauta para os ouvintes. Fizeram isso e sobre o que publicaram nas semanas seguintes? Embalagem! Com patrocínio da Coca-Cola. Tipo, se é o patrocinador que define a pauta, pra que fingir que quer a opinião do ouvinte? E nem vou falar da treta das piadas machistas, que nunca rendeu um pedido de desculpa (apesar de, vamos ser justos, terem duas mulheres nos dois últimos programas científicos – O MÍNIMO QUE DEVERIAM FAZER).

    Minha revolta naquele dia não foi só porque não atenderam à minha amiga (e ex-estagiária). Aliás, falei com ela várias vezes pra fazer a monografia sobre podcasts num geral e procurar o Thiago Miro, o maior especialista de podcasts que conheço. Mas por toda essa situação.

    E é por isso que não me agrada muito a ideia de podcasts serem grande mídia. Por mais que eu torça pelo sucesso de um Na Porteira Cast, Telhacast, Nossocast, Dragões de Garagem, etc e tal, tenho medo de crescerem demais e vocês se afastarem dos ouvintes.

    Abração a todos

    Lucas

    • Randal Bergamasco

      Direito de resposta aceito!

  • Pingback: Os Comentadores #41 - Meu primeiro podcast | Mundo Podcast()

  • emersonfn

    Opa retornando um bom tempo sem escutar os cast. Retomando até os atuais. Continua muito bacana. Sucesso.