NPC 33 – Android vs. iOS

Randal Bergamasco 19 de outubro de 2013 45
NPC 33 – Android vs. iOS

Reproduzir

“Piriri piriri piririiiii, alguém ligou pra mim!”. Mas quem te ligou usava Samsung ou Apple? Em nossa trigésima terceira edição, o Na Porteira Cast fala de uma das maiores rivalidades da cultura tecnológica moderna. E a gente pergunta: seu smartphone usa Android ou iOS? Para esse papo sobre telefonia móvel, Randal Bergamasco (@randalberga) e Alexandre Sacutti (@IzavanSacutti) recebem os geeks Diogo “Raspas de Gelo” Santos (@diogo0587) e Gustavo Farias (@CocaTech), que vão falar sobre os sistemas operacionais da Google e da Apple. Você sabe como surgiu cada um deles? Por que a Apple não autoriza que terceiros rodem seu software? No programa de hoje, descubra como o Android uniou várias empresas de tecnologia; entenda por que os dispositivos da Apples se comunicam via Bluetooth apenas entre eles; e você sabe o que é “phubbing”? Então saia do Facebook, pare de twitar do seu aparellho, abra sua app para podcasts e vamos às entranhas da tecnologia usada em telefonia móvel.

:-: NÃO QUER OUVIR A LEITURA DE E-MAILS? :-:
– Caso não queira ouvir o “Correio da Roça”, pule para 13 min. 09 sec.

:-: SITES DOS CONVIDADOS: :-:
– Mais1Cast – Podcast onde o Diogo participa
– Sem Tarja Magazine – Outro podcast onde Diogo participa
– Cocatech – Portal do Gustavo Farias

:-: COMENTADO NESTE EPISÓDIO: :-:
– O Sistema Operacional Móvel da Apple (Slides de um trabalho do curso de técnico em informática do Centro Paula Souza)
– Cinco anos de Android: relembre a história e todas as versões do sistema (TechTudo)
– Android tem 80% do mercado de smarthphones (Blog do Estadão)
– 99,9% dos usuários de smarthphones são praticantes de phubbing. Você sabe o que é? (Site do YouPix)
– Podkicker (Aplicativo Android para podcasts)

:-: PRÓXIMO NA PORTEIRA CAST: :-:
– Previsão da publicação do próximo episódio: 10 de outubro de 2013.

  • Washington Luiz

    Olá povo do interior. Essa a primeira vez que comento um cast.

    Muito bom debate em relação aos 2 principais sistemas operacionais móveis, estou no meu 3º android, e nunca tive vontade de mudar para o IOS, por curiosidade comprei um Windows Phone, um lumia por 520, e fiquei impressionado como um aparelho de R$ 500,00 consegue ter um excelente desempenho e boa câmera, se eu fosse apostar em uma terceira força seria com certeza o Windows phone, só não mudo de vez para o WP por causa dos aplicativos e jogos.

    Abraços.

    • Tenho amigos que possuem celular com Windows Phone e, por incrível que pareça, gostam bastante. É como o Gustavo brilhantemente disse no podcast: não dá pra descartar algo que a Microsoft põe a mão. Quem sabe, não é?

    • Olá!

      Uma característica que todos os celulares e smartphones da Nokia compartilham, além da resistência, é a câmera excelente.
      Meus primeiros celulares foram Nokia e quando precisei usar outra marca a primeira coisa que estranhei foi não ter uma câmera tão boa.

      abraço

      • Nunca tive um celular da Nokia, mas já ouvi maravilhas sobre sua resistência. Eu particularmente nunca gostei do design dessa marca. Quanto a qualidade, aí já é outra história.

  • Obrigado pela oportunidade de gravar com vocês amigos! Ficou excelente!

    Sobre os demais SO’s ainda poderia adicionar aí, Firefox OS, Windows Phone e o Ubunto Mobile, são os grandes desafios de uma nova geração 😀

    Abração!

    • Foi uma honra tê-lo conosco nesse podcast, Diogo. Esperamos contar com sua presença em outras edições cuja pauta seja pertinente. Tanto você quando o Gustavo detonaram e a participação foi em total sintonia com nossa proposta. Muito obrigado!

  • Muito bom o episódio.

    Pauta fechadinha, comecei a fazer o comentário durante o episódio, só que me segurei pra publicar antes do final do episódio, acabei tendo que apagar os adendos a medida que o episódio ia correndo.

    Dois assuntos que foram até citado mais ñ foram aprofundado, mais acho válido ainda comentar.

    O primeiro é sobre a importância da apple no mercado de venda de música digital, que é o motivo principal dos iGadgets serem capados com relação ao sentido de sincronização que é sempre do PC pra o aparelho, e nunca o inverso. E isso virou a pedra no sapato, é sempre o argumento que me falam. Ñ consigo arrastar uma música pro meu aparelho, tenho que usar o iTunes. Pode ter mais coisas envolvidas e a minha fonte principal dessa informação é a própria Biografia do Steve Jobs.

    Outro assunto a se falar seria a acessibilidade que nossos brothers do Papo Acessível. já falaram bem a respeito.

    Desde já agradeço e que venha o próximo episódio.

    • Obrigado por acrescentar mais informação ao podcast, Relson. Não aprofundamos ambos os assuntos por uma questão de tempo mesmo, mas reconhecemos que essas observações são extremamente importantes.

  • Oi galera! Tudo bom?

    Primeiramente gostaria de parabenizar vocês pelo excelente podcast! Não perco um. 😀

    Acredito que o “famoso” aplicativo para podcasts citado no episódio seja o WeCast, não?

    Como criador do mesmo acho justo um direito de respostas, hehehe.

    Entendo que nos dias de hoje é quase imperdoável que um aplicativo seja lançado numa única plataforma, ainda mais com o imenso crescimento do Android.

    Mas posso adiantar que não falta vontade. A questão é que desenvolver um aplicativo não é tão simples quanto as pessoas possam pensar. Não basta o desenvolvedor sentar no computador esperar que o produto saia após algumas poucas horas de trabalho.

    No meu caso em especial, não sou uma empresa. Sou um desenvolvedor solitário, um amante da mídia podcast que quer levar essa experiência um pouco além.

    Do dia em que comecei a trabalhar no projeto até a última reformulação visual do aplicativo passaram um ano e meio!! E desde lá trabalho algumas horas por semana, sempre adicionando novas features, dando suporte aos usuários, divulgando o aplicativo e adicionando conteúdo aos meus podcasts favoritos.

    No momento não tenho o tempo nem o dinheiro necessário para acelerar este desenvolvimento.

    Alguns meses atrás surgiu a ideia de lançar uma campanha no Catarse, visando o port do aplicativo para o Android. Comecei a cotar algumas empresas e profissionais para trabalharem no projeto e recebi orçamentos com valores entre R$35.000 e R$40.000!! Um valor muito acima do que é possível de se obter num site de financiamento coletivo como o Catarse.

    Ainda não desisti do Android, mas para que isso aconteça vou precisar da ajuda dos ouvintes. Somente com uma grande participação do usuários será possível levar o aplicativo para outras plataformas.

    Abração!

    • O aplicativo que citei no programa foi exatamente o WeCast, Baião. Como eu disse e ainda afirmo, é uma pena essa app estar disponível apenas para uma plataforma que 1% dos usuários brasileiros utilizam. Porém, ficaram bastante claras suas explicações.
      Leremos e debateremos seu comentário no próximo “Correio da Roça”. Muito obrigado pelos esclarecimentos que, pode apostar, também vai servir para outros podcasters/ouvintes. Assim, não funcionará apenas como um “direito de resposta”, mas sim como uma “nota de esclarecimentos”.

  • Henrique Salem

    Excelente cast ..!
    Parabéns Randa , Sacuti , Diogo e Gustavo !
    Tenho um IPhone , mas entendo quase nada dessas tecnologias … hahaha!! Vcs deram uma verdadeira aula , grandes dicas e estão ajudando bastante pessoas como eu , a entender melhor essa área que sempre está em constante evolução .
    Seria interessante uma segunda parte desse mesmo tema , pois o assunto é muito rico .
    Abs !

    • Nossa proposta é exatamente essa, Henrique, ou seja, entreter e divertir. Quando a uma segunda parte, é algo que podemos pensar sim.

  • Nessa quinzena meu comentário será enviado por e-mail, vejam lá! Abraço!

    • Valeu, Leo. Quanto a forma de interagir, sinta-se a vontade de optar pelo o que é melhor pra você. O importante é essa troca de informações entre a gente e vocês ai do outro lado. Obrigado!

  • Opa! Bom dia a todos.

    Achei uma coisa estranha durante o cast. O Randal falou que quase ninguém tem Windows Phone e todos trataram este como uma terceira alternativa distante de proporcionar qualquer ameaça, tanto que o título do cast é Android vs iOS, entretanto, no mês de setembro, o Windows Phone se tornou a segunda plataforma mobile na América Latina, deixando o iOS pra trás. Inclusive, a própria Sansumg vem investindo no Windows Phone na linha ATIV, buscando maior conectividade, como foi mencionado no finalzinho do episódio.

    • Acho que o Windows Phone ainda está muito distante em “incomodar” o Android, Lucas. Quanto ao iOS, ele já é elitizado, não acho que seus usuários migrariam para o sistema operacional móvel da Microsoft. Quanto ao crescimento dessa plataforma, aí é outra história, pois acredito que ele ainda tomará muitos usuários do OS da Google. Se vai chegar a incomodar essa gigante, não tenho uma opinião formada sobre esse assunto.

  • Olá pessoal, tudo bom?

    Ótimo episódio! Meu único porém, (mais por uma questão de preferência minha, ok?) foi ter algum especialista do lado do Android. O Raspas e o Gustavo Farias foram imparciais (exceto pela pergunta no final pro Randal de quando vai mudar pro IOS) e muito técnicos, porém eu acho que com alguém do “lado” do Android, a discussão teria rendido mais. (quando eu falo discussão é algo saudável, não pancadaria, entenda bem).
    Não sou fanboy de qualquer lado (não gosto do IOS por questões de compartilhamento, por mais que reconheça que o sistema é superior), mas acho que ficou faltando este ponto pro meu gosto (vou frisar novamente gosto. O conteúdo foi excelente, mas estava esperando algo mais focado pra este lado…).

    Adorei também as discussões no final do programa. Estamos em uma época de transição, é muito interessante pensar no que nos aguarda pro futuro!

    É isso, vocês mandando bem como sempre!

    Abraços!

    • Na verdade, Igor, nossa intenção foi justamente essa. Porém, devido a vários imprevistos, os convidados “do lado” Android não puderam comparecer. Realmente, o Raspas de Gelo tentou dar uma de “advogado do diabo” em relação ao sistema da Google. No final das contas, os anfitriões do podcast se tornaram os representantes da Android. Reconheço sua observação, mas o resultado final ficou interessante, não é?

      • Oi Randal!

        Ficou sim, claro! Só pontuei este ponto mesmo, gostei do programa, só esperava mais este outro lado..

        Abraços!

  • Fala galera do interior! Aqui estou eu comentando de novo, mas depois de um programa como esse, nada mais justo que um feedback positivo. O mais legal desse cast foi que a conversa ficou boa até pra quem não entende nada dos sitemas operacionais. Uma grande vantagem do iOS que não foi comentada foi que ainda não existe vírus para a plataforma (ou se existe ainda não foram divulgados). Isso dá uma segurança e tanto na hora de navegar, ou ao passar arquivos do computador. Quanto ao pessoal que reclama que não conseguem passar musicas fora o iTunes, fica a dica do dropbox. Pra tudo sempre se dá um jeitinho. rs
    Ah, já que esqueci de falar outro post, sou de Niterói,RJ.

    • A gente fica feliz em saber que o programa foi inteligivel até pra quem não entende nada sobre Android ou iOS. Vários outros ouvintes relataram a mesma situação. Pode ter certeza que o produto final ficom assim graças aos convidados. Sendo assim, sensação de dever cumprido.

  • Marcos Henrique

    Ola, tudo bem?

    gostaria de deixar uma matéria sobre o rugby no episódio especifico do Brasil Esporte Clube, esta materia é de fevereiro

    Dirigentes sonham em transformar o Rugby o segundo esporte na preferência dos brasileiros.

    Apesar de ambicioso, o plano de longo prazo começa com uma mudança drástica no modelo de gestão no País. O presidente da CBRu conversou com Douglas Matos.

    http://radio.estadao.com.br/audios/audi … 1112840D1F

    E no sabado dia 19 foi realizado a final nacional
    de rugby aqui em Barueri entre Pasteur e SPAC

    http://globotv.globo.com/rede-globo/globo-esporte-sp/t/edicoes/v/spac-e-campeao-brasileiro-de-rugbi-esporte-que-cresce-no-pais/2904973/

    um abraço

    • Acho que o ouvinte postou o comentário no post errado. Na verdade, ele é relativo ao programa “Brasil Esporte Clube”. Mas tá valendo, Marcos!

  • Sensacional o podcast. Eu sou suspeita em falar sobre o assunto, pois gosto de ambos os sistemas operacionais e é como os convidados mencionaram, depende da necessidade, finalidade e sem dúvidas, da disponibilidade financeira de cada um.
    Parabéns!!!

    • Você está no time do Diogo, ou seja, “joga de ambos os lados”. Hahahahaha!

  • Marcelo Zaniolo. 26 anos. Florianópolis – SC. Host do LivroCast.

    Fala, amigos, tudo bem?

    Antes de partir para o comentário em si, gostaria de parabenizá-los pelo episódio. MUITO bom! E que edição, ein Randal? As trilhas escolhidas casaram perfeitamente com o tema. Continuem assim, sendo um dos melhores podcasts atuais.

    Agora, vamos ao que vim falar:

    1) Quero um episódio sobre samurais. Sou maluco por eles!

    2) Sobre a venda de dados dos serviços de busca e softwares, ouvi o Azaghal falando isso uma vez e nunca esqueci: “se você não paga pra usar (no caso o Google, aplicativos e ATÉ MESMO PODCASTS, por exemplo), você é o produto e não o cliente”.

    3) Muito bem falado da caixa do iPhone. Comprei o meu recentemente (migrando de um aparelho com Android) e foi uma experiência inesquecível. O sistema a vácuo da embalagem da Apple e o cuidado que a marca toma com os mínimos detalhes são o grande diferencial.

    4) Acho que a palavra que define muito bem o IOS é “intuitivo”, como um dos convidados falou.

    5) Como falei, tive um Androi por muito tempo e o touch não se compara. Lógico que não era um S3, ou S4, como comentado. Mas, sinceramente, acho que é difícil se igualar ao padrão Apple.

    6) Sobre a correção ortográfica automática e possíveis novas formas de comunicação: vocês já leram “O Guia do Mochileiro das Galáxias”? Certa vez ouvi um professor falar (infelizmente não tenho fonte) de que existem estudos para desenvolver uma ferramente estilo o Babel Fish. Ou seja, ninguém mais teria que aprender outros idiomas e etc, indo muito além da atual correção de erros de português. Já imaginou se comunicar com outras línguas sem falar uma palavra se quer? No futuro, talvez.

    (ex: você fala com um americano. O dispositivo traduz pra inglês e o americano entende o que você quer dizer. Ele te responde em inglês e a ferramente traduz pro português. Enfim! Hehe).

    Fim.

    Apesar de a pauta ter ignorado os problemas advindos do IOS 7, que piorou quase tudo no iPhone ao meu ver, acho que a discussão passeou com êxito por todos os pontos principais da discussão. Concordei com a opinião final de vocês. E, apesar de ser um cliente Apple, nunca desmerecerei a qualidade e as vantagens de se ter um Android.

    Grande abraço e até a próxima! o/

    • Muito obrigado pelo longo comentário, Marcelo. É isso aí, não tenha medo de escrever não, pois se o comentário for escolhido para o “Correio da Roça”, a gente resume ele. Além disso, os comentários são a extensão no nosso programa.
      Não falamos sobre os problemas do iOS 7 porque a gente não quis focar em um único sistema operacional. Sei da polêmica que ronda em torno dele, mas nossa intenção foi dar uma visão mais macro tanto do sistema Apple quanto do sistema da Google.

  • Mais um excelente programa, Randall e Sacutti. Meus parabéns!
    Penso que a conversa foi levada de forma positiva, sem que as escolhas pessoais interferissem na discussão. Isenta de HATERismo.

    Gostei muito dos pontos positivos e negativos de cada sistema. Embora use iOS, também convivo com o Android nos tablets da minha esposa e filho e, devo dizer, quando dá algum problema, sobra para mim.

    Por aqui, vou continuar com meus iOSs da vida, já que a maior parte do meu tempo trabalho com Macintosh e acaba que me sinto mais à vontade em ambiente Apple.

    Abraços.

    aLx

  • Windows phone o/

    Olá gostei do programa. Já tive dois smartphones android, hoje uso sim um windows phone, e até o momento estou satisfeito com minha aquisição. Com base em informações que vocês passaram, gostei de conhecer mais sobre os dois sistemas.

    Já cogitei a possibilidade de comprar um iPhone, e a vendedora até tentou me convencer certa vez a adquirir um aparelho, mas depois da morte de Steve jobs, não olho mais para aquela maça com os mesmos olhos, parece-me que ela ira abrir falencia a qualquer minuto. Ps: sei que não será assim que irá acontecer…

    Sobre meus smartphones android, eles eram intermediarios. Na verdade eu não soube escolher, não queria investir muito em um aparelho que poderia facilmente ser esquecido pela operadora mas queria usufruir de sua funcionalidade.

    Com o windows phone hoje, faço praticamente tudo que eu sonhava fazer com o android, mas não podia por ter um aparelho que não suportava metade do que eu hoje considero básico.
    Enfim, irei me cortar por aqui porque isto esta ficando gigante – rsrs.

    Um abraço a todos participantes deste programa. Curti.

    • Estou impressionado com o número de comentários positivos ao Windows Phone nesse episódio, viu?

  • Luan

    Ótimo podcast!
    Só senti falta de falarem da linha Nexus que é controlada pela Google.
    Randal dica de app para podcast: Pocket Casts dá para sincronizar os episódios entre aparelhos e até escutar pelo PC.

    • Realmente, faltou a gente falar sobre o Nexus, Luan. Na verdade, a pauta foi focada apenas no Android e no iOS. Quanto ao aplicativo que você sugeriu, já estou baixando ele. Muito obrigado!

  • eu só tinha celular meia boca……ai comprei um iphone 4….foi a melhor coisa que fiz na minha vida….o iphone já sugere um monte de potcasts é uma maravilha..sem contar os aplicativos…qualquer um usa…um amigo trabalha na VIVO e la só pode ter android ele fica puto que não pode ter o iphone , ouço o pod cast “PAPO TECH” lá eles curtem bem o android…sei lá, mas acho que é muito pessoal……

    • Mas espera aí, Edu, o que você chama de celular “meia boca”? Já era um smartphone ou não?

  • Tarsis Vinicius, 28 anos, Designer, Podcaster e amante da tecnologia, resido em Santo André – SP.

    Parabéns pelo cast, gostei muito do programa. Concordo com quase todos os pontos que foram levantados. Sou um usuário do Windows Phone, migrei do Android (tive 3 aparelhos) e minha mulher tem iPhone. Acho que posso dizer que conheço os pontos fortes e fracos de todos os 3 sistemas para os usuários. Senti falta de alguém para defender o Windows Phone, pois ao meu ver é um ótimo sistema. Falta sim suporte da Microsoft para melhorar a vida dos desenvolvedores e assim trazer mais Apps, porém eu tenho acesso as principais redes sociais por ele sem problemas.
    Podemos não ter o Instagram oficial, mas temos ótimos Apps de terceiros que suprem a necessidade, no caso do YouTube a mesma coisa. Isso pode ser negativo, mas por outro é positivo, pois assim mais desenvolvedores tem a opção de criar Apps muito bons e acho até que isso é favorável para as grandes empresas, afinal eu posso não ter um app oficial, mas continuo acessando o serviço da mesma forma e com custo zero referente a desenvolvimento para a empresa criadora do serviço. Eu migrei para o Windows Phone 8, pq estava cansado dos reboots, aquecimentos e problemas com atualizações que nunca chegavam no Android. A principal vantagem do Windows Phone é a maneira como o sistema se comporta nos aparelhos, pois vc pode ter um aparelho de R$500 e um de R$2500,00, mas a usabilidade do sistema é a mesma, ou seja, o sistema não vai rodar mais devagar no aparelho mais barato, o desempenho será o mesmo.
    Hoje uso o Windows Phone, meu tablet tb é Windows 8 RT e utilizo o Windows 8 no notebook e tenho um Xbox, não é o ecossistema perfeito e não chega perto do que a Apple fez com IOS e MacOsX, mas estou muito satisfeito.
    Eu realmente acho que deveria ser feito um cast especial para o Windows Phone ao mesmo molde deste aqui e com um usuário do Windows Phone presente.

    • Mais um adepto do sistema da Microsoft. Depois de tantos comentários favoráveis, acho que o episódio poderia ter se chamado “Android vs. iOS vs. Windows Phone”.

  • Fala Randal meu brother.
    Fala Sacutti irmaozão.

    Falar “Ótimo Programa” e falar “Naporteiracast” já se tornou um pleonasmo. Estamos até em adotar o NPC como “Ours Concours” nas indicações d’OS Comentadores.

    Eu particularmente prefiro a Plataforma Android, por sua libertade, usualidade e grande variação. Quanto a Plataforma da Maçã, eu não tenho a mínima vontade de usar, coisa que não acontece com o Windows Fone, só não migro pra plataforma das janelinhas pela falta de aplicãções. A Interatividade e compartlhamento do Windows 8.1 com o windows Fone é uma coisa absurda.

    Uso Android e penso em dar um UP no meu Device para um Android Melhor, mas a vontade de migrar para um IOS não chega a mim de modo algum.

    Parabens pelo programa e até o próximo.

    • Com sinceridade, nunca me interessei pelo Windows Phone. Entretanto, depois desse podcast, vi tantos comentários positivos sobre esse sistema que deu vontade de conhecê-lo melhor. Aliás, estou no seu time: é o segundo celular que tenho com sistema Android e, comoeu disse em tom de brincadeira no final do podcast, não tenho nem vontade de possuir um iPhone. Bem, vai de pessoa para pessoa, não é?

  • Galera! Muito bom!!!! Adorei esse cast (em grande partepor ser fanboy da Apple).

    Elenco de primeira… Gustavo Faria deu aquele “tchan”… Todos da equipe Ovo Triássico somos fãs do Na Porteira!

    Abrazz

    • Obrigado, galera! E se você gostou desse episódio, ouça os anteriores, pois a levada é a mesma. Valeu!

  • Olá meninos do Porteira!

    Sobre o programa em si:
    Sou usuária do Android pelo simples fato de que não preciso gastar muito para ter o pouco que quero.
    Estou na categoria dos usuários que não precisam nem sabem usar 300000 funcionalidades oferecidas por um smartphone.
    Meu trabalho, infelizmente, passa muito longe do uso de inovações tecnológicas, não fico conectada o dia todo a redes sociais (só nas férias), há um monte de aplicativos que não consigo entender pra que servem, outros tantos que entendo mas que considero dispensáveis, a internet 3G oferecida na minha região é de média a ruim, etc…
    Resumindo: ter um iPhone ou mesmo um Galaxy 4 seria como ter uma Ferrari: não poderia dirigir nas ruas e seria um desperdício de dinheiro e equipamento.

    Acredito que 80 a 90% dos brasileiros se encaixam neste perfil, então por mais que o iOS seja excelente, o Android e Windows Phone em smartphones medianos serão dominantes por muito tempo.

    abraços

    Nilda
    45 anos – Cobradora de Impostos – Jandira/SP

    • Pois você se enquandra no usuário padrão brasileiro de smartphone, Nilda. Realmente, você acaba de confirmar o que os nossos convidados levantaram no programa.

  • Karla Michelle Braga

    Só assisti esse episódio agora. Claro que muita coisa mudou de 2013 pra cá. O que não mudou foi a minha fidelidade à Apple. Já tive o IPhone 4, o 5C e agora tenho o 6. Todos muito bons.

    Depois de mais de 5 anos de Apple, só tive problema uma vez. Aliás, estou tendo.

    Inclusive, se alguém souber como resolver, me ajude. O problema é o seguinte: todas as minhas fotos aparecem no iPhone. Mas qdo tento transferir para o Pc Windows, só algumas aparecem. Como fazer?